CIRÚRGICO

O que é um stent cardíaco?

Acompanhe e saiba mais!

Insira o seu endereço de e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog sobre saúde e qualidade de vida!

Você já ouviu falar de stent cardíaco? Sabe em que situações ele deve ser utilizado?

Stents são dispositivos colocados dentro das artérias para permitir a desobstrução dos vasos sanguíneos. Com isso, o oxigênio consegue chegar até os órgãos com mais facilidade.

Saiba mais sobre esta prótese e como ela pode salvar a vida de muitas pessoas.

Para que o stent é indicado?
O stent cardíaco é indicado para pacientes com riscos de doença cardíaca, como infarto agudo do miocárdio, angina instável ou isquemia silenciosa. Nestes casos, um dos problemas é que o oxigênio tem maior dificuldade de chegar ao coração.

Quem decide pela utilização do stent é o cardiologista. Geralmente, é indicado nos casos de pessoas que não responderam bem ao uso de medicamentos ou se encontram em situação de risco de acordo com os critérios do médico.

• Como funciona o stent cardíaco?

O stent é um dispositivo metálico inserido na artéria por meio de um cateter que possui um balão na ponta. Ao ser inserido na artéria, o balão infla e libera o stent. O procedimento para colocá-lo, chamado de angioplastia, é simples e pouco invasivo. Geralmente o paciente recebe alta um dia após a intervenção.

Há dois principais tipos de stent:

• Stent farmacológico: possui um remédio que é liberado na corrente sanguínea e diminui a rejeição do dispositivo por parte do organismo, além de reduzir as chances de formação de novas placas de gordura.

• Stent não-farmacológico: é o stent convencional, sem o uso de medicamento na corrente sanguínea.

Uma vez colocado, o stent permanecerá no local por toda a vida. Em alguns casos, porém, o organismo humano rejeita o dispositivo e o indivíduo volta a ter obstrução arterial. Neste caso, é necessária a realização de uma nova intervenção cirúrgica.

• O stent cura doenças do coração?

É importante lembrar que o stent não serve para curar as doenças coronárias. Ele serve para aliviar o problema momentaneamente, mas é essencial que o indivíduo tenha uma mudança radical em seu estilo de vida.

O uso de medicamentos receitados pelo médico também é fundamental após o procedimento cirúrgico, para evitar a trombose e outras complicações.

Para prevenir as doenças do coração, é preciso ter uma alimentação saudável e prática regular de exercícios físicos. E, claro, fazer o controle dos fatores de risco, como pressão alta, colesterol alto, estresse, obesidade e diabetes. Pessoas que fumam também têm grandes chances de desenvolver problemas no coração. Por isso, o cigarro deve ser cortado da vida dos indivíduos com doenças coronárias.

• Como eu sei se posso ter alguma doença no coração?

Os pacientes que podem desenvolver doença coronária apresentam sintomas como dor no peito, falta de ar e problemas na circulação sanguínea. Porém, em muitos casos os indivíduos não sentem nenhum mal-estar e nem sabem que podem ter alguma condição grave.

Em muitos casos, o paciente descobre o problema quando já estão enfartando, com grandes chances de óbito. Por isso, é fundamental visitar o cardiologista regularmente e fazer exames de rotina.

Até breve.

Share on facebook
Facebook

Superando obstáculos e metas desafiadoras, sendo considerada uma das maiores distribuidoras do Estado do Maranhão.

Início

(98)-3248-3888  administracao@medsurgery.com.br

MED-SURGERY Hospitalar Ltda © Todos os direitos reservados.

SÃO LUÍS - MARANHÃO - BRASIL

Trabalho feito com ❤ e profissionalismo!