NUTRIÇÃO

O que é Faltering Growth?

Fatering Growth se refere ao ganho de peso abaixo do esperado

Acompanhe e saiba mais!

Insira o seu endereço de e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog sobre saúde e qualidade de vida!

O que é Faltering Growth?

Fatering Growth se refere ao ganho de peso abaixo do esperado para a idade e sexo e está presente principalmente na infância.
Faltering Growth não possui uma tradução exata para o português, no passado utilizava-se o termo Failure to Thrive, mas pelo fato de o antigo termo remeter-se ao “fracasso” poderia ser compreendido de forma pejorativa e por isso, o termo Fatreing Growth foi adotado definitivamente.
A ingestão alimentar inferior ao recomendado na infância pode desencadear o Faltering Growth. E através da monitoração do estado nutricional, utilizando-se as curvas de crescimento da Organização Mundial de Saúde (OMS), esse fenômeno poderá ser identificado, quando o crescimento linear estiver aquém do esperado.

Causas do Faltering Growth não orgânico

O Faltering Growth pode estar associado a causas orgânicas, como por exemplo a presença de algumas doenças como a Cardiopatia Congênita e a Fibrose Cística, e associado a situações não orgânicas, relacionadas a fatores ambientais e comportamentais.
Quando abordamos o Faltering Growth não orgânico, as fases de transição durante a infância merecem atenção especial. Momentos como a introdução de alimentação complementar, o início da vida escolar, a fase na qual a criança começa a se alimentar sozinha, além de questões associadas ao hábito alimentar da família, podem impactar na ingestão alimentar satisfatória, afetando diretamente a evolução esperada em relação ao crescimento linear e desenvolvimento esperado nesta importante fase da vida.
No Faltering Growth inorgânico há a ausência de saúde específica. As causas podem ser complexas e multifatoriais. Vários fatores podem estar associados, por exemplo:
• entrada de criança na creche;
• desmame;
• as infecções recorrentes que começam a partir desse período associada também a introdução de alimentos;
• ao local e a quantidade de refeição que muitas vezes os pais querem que o bebê aceite independente de estar doente ou não;
• o hábito dos pais que às vezes podem ser super protetores e às vezes negligentes.
Então, temos várias causas e nem sempre conseguimos determinar uma só, elas podem estar associadas.

Prevenção do Faltering Growth


No passado, Faltering Growth era tido como secundário à negligência infantil dos pais ou até população com desvantagem sócio econômicas e educacionais.
Hoje, sabemos que aliado ao aleitamento materno, a abordagem adequada da introdução da alimentação complementar, escolha dos alimentos, comportamento alimentar e apoio aos pais e aconselhamento são fundamentais para prevenir o faltering Growth.

Causas

• problemas de neurodesenvolvimento;
• infecções recorrentes, viroses e verminoses;
• ansiedade materna e depressão pós-parto;
• introdução inadequada da alimentação complementar;
• capacidade gástrica reduzida;
• ingestão energética inferior às necessidades nutricionais do lactente;
• infecções recorrentes (infecção urinária, vias aéreas superiores, etc);
• prematuridade;
• viroses e verminoses;
• início da vida escolar;
• erros alimentares da família.

O que você precisa saber:

• A perda de peso de até 10% do peso ao nascer é comum nos primeiros dias de vida. O peso ao nascer é geralmente recuperado antes das três semanas de idade, quando a alimentação é estabelecida.
• Faltering crescimento após os primeiros dias de vida é caracterizado por uma taxa mais lenta de ganho de peso do que o esperado para a idade, sexo e peso atual.
• Investigações para o crescimento vacilante envolvem uma avaliação clínica, de desenvolvimento e social e exame físico completo. Se a criança parece bem e não há sinais ou sintomas sugestivos, é improvável que investigações posteriores revelem uma causa não reconhecida.
• As intervenções iniciais para o crescimento vacilante incluem estratégias para aumentar a ingestão de energia e conselhos sobre o manejo de comportamentos alimentares.
• Faltering crescimento geralmente não é devido a negligência. Apesar disso, pais e cuidadores frequentemente se sentem culpados pelo crescimento lento de uma criança. Fornecer ou sinalizar apoio educacional adequado é um aspecto importante do papel do profissional de saúde.

Utilização do termo crescimento vacilante


O crescimento em bebê e pré-escolares é uma causa comum de preocupação parental e profissional. Alguma perda de peso é comum nos primeiros dias de vida, enquanto se estabelece a alimentação e é geralmente um fenômeno fisiológico associado a mudanças de fluidos.
O termo “crescimento vacilante” é usado para descrever um padrão de ganho de peso mais lento que o esperado para a idade e sexo em bebês e pré-escolares após esses primeiros dias e é mais frequentemente devido à ingestão nutricional inadequada.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) produziu padrões de crescimento, baseados em estudos longitudinais de bebês saudáveis amamentados. Esses padrões, juntamente com os dados de crescimento do termo e do prematuro no Reino Unido, foram incorporados às tabelas de crescimento da OMS do Reino Unido para monitorar o crescimento em crianças do Reino Unido.
O peso, comprimento ou altura da criança e a circunferência da cabeça podem ser plotados nesses gráficos para fornecer uma representação visual do crescimento ao longo do tempo.
Dados epidemiológicos sugerem que crianças saudáveis geralmente progridem de forma relativamente consistente ao longo de um percentil de crescimento.
Crianças com crescimento vacilante podem ser identificadas pelo monitoramento de crescimento de rotina ou por preocupação dos pais ou profissionais de saúde. O manejo padrão é geralmente baseado na comunidade, com apoio e aconselhamento para aumentar o consumo de energia e gerenciar o comportamento alimentar desafiador.
Algumas crianças serão encaminhadas para nutricionistas pediátricos ou pediatras para posterior avaliação e manejo.
Certas condições de saúde predispõem as crianças a um crescimento diferente como por exemplo doença celíaca.


Conclusão

O Faltering Growth pode ser conhecido como crescimento vacilante, e se refere a crianças, principalmente, que não estão tendo ganho de peso de acordo com as curvas de crescimento da Organização Mundial de Sáude.
Apresenta várias causas, algumas de cunho orgânico, como doenças congênitas e algumas adquiridas e também causas não orgânicas, como alimentação inadequada nas primeiras semanas de vida.
Existem estudos para prevenir e tratar esse problema que acomete grande número de crianças em todo o mundo.
Espero que as informações tenham lhe sido úteis e qualquer dúvida deixe nos comentários abaixo, que eu respondo em seguida.

Até breve.

Share on facebook
Facebook

Superando obstáculos e metas desafiadoras, sendo considerada uma das maiores distribuidoras do Estado do Maranhão.

Início

(98)-3248-3888  administracao@medsurgery.com.br

MED-SURGERY Hospitalar Ltda © Todos os direitos reservados.

SÃO LUÍS - MARANHÃO - BRASIL

Trabalho feito com ❤ e profissionalismo!