administracao@medsurgery.com.br | (98) 3248-3888 - 3248 3212

Notícia

O índice de brasileiros com excesso de peso também já soma mais da metade da população.

Brasil atinge o maior índice de obesidade nos úlimos 13 anos.

Brasil atinge o maior índice de obesidade nos úlimos 13 anos.

O Ministério da Saúde divulgou, nesta quinta-feira (25), os resultados da pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) 2018. Conforme o levantamento, o número de obesos no país atingiu o patamar recorde dos últimos 13 anos. O índice de brasileiros com excesso de peso também já soma mais da metade da população.

A pesquisa, que ouviu mais de 52,3 mil brasileiros maiores de 18 anos, revelou que, hoje, o percentual de obesos é de 19,8%, contra 11,8% em 2006. O excesso de peso também atingiu os 55,7% em 2018, superando os 42,6% de 2006.

Para frear esses números, a pasta tem como objetivos reduzir em 30% o consumo de refrigerantes e bebidas açucaradas e aumentar em 18% a ingestão de frutas e hortaliças em 2019. Até 2022, o Ministério ainda pretende reduzir 144 mil toneladas açúcar nos alimentos industrializados, nos moldes do que já foi feito com o sódio.

Outro destaque do relatório diz respeito ao consumo abusivo de álcool, que é considerado quando há ingestão de quatro ou mais doses para as mulheres e cinco ou mais para homens, em uma mesma ocasião nos últimos 30 dias.

— Houve também um crescimento no consumo abusivo de álcool. Ele se mantém estável na população em geral, mas cresce entre as mulheres na ordem de 43% — destacou Wanderson Kleber, secretário de Vigilância em Saúde.

Embora os números de excesso de peso na balança tenham crescido, a Vigitel trouxe boas notícias: houve aumento no consumo de vegetais entre 2008 e 2018, passando de 20% para 23,1%.

FONTE: gauchazh

Share on facebook
Facebook